Faz 5 anos que não te vejo pessoalmente

Oi Pai, tudo bem? Esta semana está fazendo 5 anos que não nos vemos pessoalmente. Para falar bem a verdade, temos nos visto pouco nos sonhos também. Acho que estou sempre tão cansada que durmo sem sonhar, ou sem me lembrar…

Hoje estou com vontade de escrever, não porque você vá ler alguma coisa, eu sei que você jamais teria uma rede social, mesmo que estivesse por aqui com a gente. Mas eu vou escrever porque eu preciso falar. Eu preciso registrar essa saudade do que não vivi.

Faz 5 anos e parece que tem uma vida toda já que eu não tenho mais você para compartilhar as novidades, contar pra você as minhas peripécias por aí. Tem tantos livros que eu já li e tantos artigos que eu já escrevi. Acho que esses sim, você os leria todos os dias. Meu site mais recente já tem quase 50 artigos. Olha que orgulho!

Eu tenho escrito sobre… adivinha? Isso mesmo, viagens! Ah pai não tem jeito, meu destino é puxar mala até os 90. Então você precisar aguentar meus textos viajantes. Mas bom, não importa, depois pessoalmente a gente conversa sobre meus textos.

O que eu queria mesmo era falar que, puxa vida, quanto assunto temos pendente. De 2015 para cá tantas coisas aconteceram, eu queria te contar tantos detalhes, tantas decisões. A gente está perdendo cada vez mais aquele fio de conexão com você vivo aqui sabe? Assim, o Dunga que você amava morreu em 2018, a Dandy também, não aguentou de saudade dele, eu acho. Aí já foram os dois cães praticamente no mesmo mês, mas ficou a Brava. A gente sempre diz, bem pelo menos a Brava nos lembra ainda meu pai por aqui, cuidando deles. Mas aí este mês, do nada, a Brava morreu também. Agora você não conhece nenhum deles pessoalmente. Agora tem o Bethoven e a Princesa. Exceto a Lolla é claro, essa vai viver ainda mais uns 20 anos, você vai ver. Ela é minha conexão com sua cobrança para ter netos, dizia que era obrigado a ser avô de cachorro… ela está aqui, rabugenta que só ela. Acho que vocês dois iam ser dar bem agora, estão meio parecidos. Não gostam muito de novidades, gostam muito mais da suas casas do que qualquer outro lugar do mundo, adora passear mas quer voltar rápido pro lar. Haha…

Falando em avô, este ano finalmente você será avô, você já sabe disso, é claro. Mas a gente aqui está numa expectativa louca. Queríamos você aqui com a gente o tempo todo, pra te dengar e saber como ia ser lindo você sendo avô. Será que a Sofia vai ter seus olhos verdes? Você tá vendo o Pedro quase papai? A Sofia nem nasceu ainda e ele já tem conversa de pai, precisa ver. Eu acho que mamãe vai ser a avó mais linda deste mundo. Você sabe né, ela está igual vinho, ficando melhor a cada dia. Está linda, cheia de vida, se cuidando, trabalhando, malhando, lendo… haha… essa é boa! Ela lê quase tanto quanto você e eu. Ela anda com um caixotinho nas mãos, e lê nele. Desculpa! Mas carregar livros pesados em 2020 já não faz sentido pai. A gente lê no Kindle, depois um dia eu te explico como funciona. Mamãe comprou um para ela. Voltando a falar da mamãe, ela fala sobre você o tempo todo, ah você sabe, sua presença é forte e a gente tá sempre querendo você por perto. Mas esses dias que a casa nova da mamãe está ficando pronta, nossa, a gente se pergunta todo dia como seria se você estivesse aqui.

Como eu disse, estamos perdendo as conexões físicas com você… os cães já se foram, os carros que você andou já vendemos, as roupas que você achava bonita na gente já não temos mais (eu tenho uns vestidos guerreiros ainda, mas tão surrados já). A cozinha da nossa casa foi toda reformada, você não viu também. Nas fotos, você é o mesmo e a gente está tão diferente. A gente está envelhecendo sem você aqui. Agora vamos ter uma nova casa que você nunca morou. Essa será mais forte, será da mamãe. Ela vai construir memórias afetivas nela sem você por perto, será a primeira vez desde 1972 por aí… Ela está feliz e triste. Mas acho que está mais feliz do que triste. E eu já tenho duas casas que você não conheceu, também né, eu pareço cigana, mudo de casa toda hora. Já tenho carros que você não andou, já tenho sites que você nunca leu, histórias que você nunca ouviu. Amigos que você não conheceu. Tenho projetos que não dividi com você. Já tenho cabelos brancos, acredita?

Falando em cabelo, Marcelo está com o cabelo enorme, essa também você ia gostar. Você sempre gostou duma coisa anormal. Bom, já passa de uns bons 30cm mesmo preso no alto da cabeça. Ano passado eu aprendi a tomar whisky, o Marcelo me ensinou, ele aprendeu na Escócia! A gente já viajou por 14 países, pai. Em cada um a gente aprende coisas novas. Você ia curtir tomar uns whisky tops aqui com a gente, me lembra tanto você. A gente se casou de novo em 2018 porque não merecemos nos casar apenas uma vez na vida, é amor demais! A festa foi linda, mas acho que você estava lá também. Acho que em breve vamos construir uma casa nova, ao lado da casa da nova da mamãe. A gente segue sem filhos ainda, mas a gente acha que agora está perto. Vamos dar um primo(a) para Sofia logo logo. Vovó Reni vai ser vó em dobro jajá. Mexa os pauzinhos aí com Deus para ele dar uma força!

Lá no trabalho aconteceu uma coisa surreal, ficamos quase trinta dias todo mundo na fábrica sem trabalhar e ainda não voltamos totalmente. Essa também foi a novidade do ano, na verdade talvez tenha sido a novidade do século. Estamos vivendo uma pandemia de um vírus novo, o coronavírus que também é chamado de COVID-19. Invisível, altamente transmissível, pouco letal e muito alarmante. Ele começou na China no final de 2019, mas o mundo todo pegou ou vai pegar, questão de tempo. As mídias de notícias estão péssimas. Eu nem assisto TV mais há tempos, mas você ia estar puto com o circo todo. Está tudo pegando fogo, e o Pão e Circo funcionando que é uma beleza! Mas o fato é que tem mais de 100 dias já que o mundo parou quase tudo, e já voltou quase tudo. Mas o Brasil adora ser o pior em quase tudo, então ele está sendo o pior também nessa parte. A Pandemia vai durar mais um pouco, infelizmente. Então lá no trabalho estamos quase em ritmo de férias-não-felizes. Como se tudo estivesse temporariamente suspenso, meio fantasmagórico pensar nisso tudo. Não sabemos quando e como será a volta. Mas, não tem menino na escola e então não tem venda de uniforme escolar.

Vamos vendo… eu te conto depois. O Pedro segue morando do outro lado do mundo e sua neta será australiana! Olha isso pai. O Pedro vai ser um pai lindo, seguindo as raízes da nossa casa, você e mamãe ensinaram tanto amor pra gente. A Sofia já é muito sortuda, ela vai ter um paizão. A Camilla você não conheceu aqui com a gente, mas você já sabe né, ela vai ser uma mãezona também. Vai cuidar de tudo e de todos. Vai ser Camilla sendo mãe, sendo esposa… Sofia sendo filha, sendo sobrinha, sendo neta. Vai ser uma festa pai, queria tanto você aqui.

A gente fala o tempo todo que você podia ver como o quintal está bonito, você podia ver como as roseiras floriram esse ano. Você podia ver como a casa nova está bonita, você podia ver como seus sobrinhos estão enormes, moças e rapazes. Ano passado fizemos uma festa junina e veio tanta gente da sua família. Ano passado também o SonJunio se casou, foi uma festança e veio quase todo mundo também. O Pedro estava aqui. Precisa ver que legal que foi. Eles estão sempre por perto. Você está sempre por perto. Eu sei que você é nosso Anjo da Guarda. Eu sinto saudades de você todos os dias. Saudades do que vivi, mas principalmente saudades do que não tive tempo de viver com você. Esse ano já são cinco, falando de você no passado.

Pedro, Camilla, Marcelo, Mamãe e eu. Nós somos você aqui na Terra. Beijos, sua filha Ju. 22/6/2020.

2 Replies to “Faz 5 anos que não te vejo pessoalmente”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *