Passo a passo para sua primeira viagem internacional

Oi Gente! Os assuntos para postar aqui ficam bombando em minha mente! Fico indecisa entre escolher experiências mais recentes e assim mais fáceis de escrever ou, ir láá no fundo buscar aquelas mais antigas, porém valiosas!

Mas vamos lá, em companhia de um Merlot jovem – amo vinhos e contei mais sobre eles aqui – eu decidi escrever um post bem completo, porém bem simples, sobre como é montar uma viagem para o exterior.

Muita gente acha que viagem para fora do Brasil é uma coisa muito cara, complexa, só para quem fala inglês, só para quem é experiente em viagens, só para quem dá sorte na vida e por aí vai… Bem, vou ser bem direta e resumir o que você precisa em uma palavra: PLANEJAMENTO. Para a grande maioria das pessoas, uma viagem ao exterior é mesmo cara e toma tempo então se você sonha em sair do Brasil, conhecer a Disney, passear em Miami, ir ao Caribe, visitar a Europa ou até mesmo ir aqui pertinho, comer um contra-filé argentino em Buenos Aires, esse post é para você!

Tire seu passaporte

Mesmo antes de saber quando ou onde serão suas férias, na maioria dos casos, você precisará de um passaporte (exceto os países vizinhos ao Brasil que possuem acordos diplomáticos, onde você poderá viajar usando seu RG, desde que seja emitido há menos de 10 anos). Atualmente ele vale por 10 anos e custa R$ 257,25. O processo para obtê-lo é simples. Entre no site da Polícia Federal clicando aqui, confira os documentos necessários, preencha seus dados pessoais e pague o boleto. Volte ao site para fazer o agendamento do local desejado para comparecer e tirar sua foto e impressões digitais. Pronto. Uns 20 dias depois disso, você já terá seu passaporte novinho e cheirosinho (só eu que cheiro as coisas?!) para desbravar o mundo.

Marque suas férias

Isso é meio obvio né?! Mas sério, tem gente que deixa para pedir férias no trabalho faltando 2 meses ou até mesmo 1 mês para a data solicitada. Então minha gente, viajar pra fora do país requer um tempo maior para se organizar. Peça férias 12 meses antes, no máximo 10 meses antes. Procure a pessoa responsável pelas suas férias e diga claramente: irei fazer uma viagem ao exterior, estou me programando com antecedência e preciso tirar férias daqui exatamente 12 meses.

Deixe tudo conversado no trabalho e seja comprometido com seu planejamento, você estará prestes a realizar um sonho!

Compre suas passagens

As suas férias começam quando você emite as passagens! Não há no mundo melhor sensação do que passagens emitidas. Sério! Sou suspeita pra falar né?! Mas para mim, emitir passagens é como um carro zerinho, como uma festa sonhada, como uma roupa ou sapato novos, uma balada chique, um cinema com pipoca e namorado. Troco tudo isso aí por elas! Mas calma, se você não é louco como eu, mantenha seu foco apenas por um tempo. Assuma o compromisso com você mesmo, se você quer mesmo viajar e precisa abrir mão das coisas por um tempo, diga a si mesmo que é temporário e acredite, o tempo voa! Logo chegará o dia sonhado e tudo terá valido a pena.

A compra das passagens pode ser por uma agência de confiança ou diretamente em sites das companhias aéreas. Sugiro que você fique monitorando por um tempo para que saiba reconhecer de fato o que é e o que não é vantajoso. Essa dica vale até para os indecisos quanto ao destino. Mesmo que você não saiba exatamente para onde ir, aleatoriamente escolha o que acredita que vá gostar, se você quer verão ou inverno ou se prefere praia ou cidade. Com isso em mente, comece a procurar pelas passagens e assim começará a ter uma ideia dos valores, e quando surgir uma promoção, você “sentirá” que seu momento chegou. Compre sem pestanejar!

Lembrando que deverá faltar de 10 a 12 meses para sua viagem. Então você terá tempo de parcelar em 5x ou 6x e ainda assim “sobrar” tempo para os outros gastos. Comprometa-se com as passagens! Isso é um grande passo para você “fazer” o dinheiro sobrar e assim você verá seu próprio potencial para economizar e fazer seu sonho acontecer.

Nota da autora: preciso confessar que nesse exato momento tenho 4 viagens compradas, mas não posso divulgar ainda os detalhes, por motivo de força maior (leia-se: família e empresa ainda não sabem desses planos, ou não sabiam até ler aqui)… hahahaha… Eu vejo as oportunidades, aproveito todas e depois resolvo os outros detalhes da vida, trabalho, vida social, compromissos e etc.

Sugestão de sites para monitorar e comprar passagens: Melhores Destinos, Passagens Imperdíveis, Decolar, Maxmilhas, além dos sites das cias aéreas.

Trace seu perfil de viajante

Você é daqueles que se hospeda em qualquer lugar, hostel, camping, sofá da casa do amigo ou é daqueles que pensa “demorei isso tudo para viajar, agora mereço tudo do bom e do melhor”? Bom, essa resposta influenciará e muito o valor final da sua viagem. Defina se sua viagem será low cost, ou seja, comida, passeios e hospedagens serão simples. Ou, você não esperou até agora para economizar e decidiu que vai arrasar em tudo?! Uma vez que você já saiba que tipo de viajante é você, já saiba quantos dias durará sua viagem, vamos adiante.

Hospedagem

Entre em sites como Booking e Hoteis.com coloque o período da sua viagem e em 2 minutos você já terá uma resposta quanto ao menor e maior valores que sua hospedagem poderá lhe custar. Em casos de pouca exigência, escolha um bom hostel – existem óootimas opções, mesmo para casais  – leia as avaliações no Tripadvisor e reserve logo. Minha sugestão é que você faça isso assim que terminar de pagar as passagens, por isso a importância de toda aquela atendêcencia. Ou seja, 5 meses após as passagens, reserve sua hospedagem e pague em no máximo 3x para não “atrapalhar” os próximos gastos. Se você for mais exigente, sugiro uma maior atenção porque pode rolar promoções. Mas, sinceramente é raro. Hospedagem é uma coisa que tem a ver com data, férias, feriados e clima. Essas são as variáveis e não mudará muito não.

Dica: Antes de fechar, leia os comentários do Tripadvisor, atente-se a localização. Você prefere pagar mais e ficar bem localizado ou não se importa em pegar uma condução (uber, trem, bus, táxi, carro) e ficar mais distante, economizando assim em hospedagem? Pense nisso.

Passeios

Bom, aqui já estaremos com passagens e hospedagens reservados. Faltando 4 meses para sua viagem, se voce tiver começado 12 meses antes, comece a pensar nos passeios mais caros. Sugiro o Get Your Guide para voce ter uma ideia de quanto eles vão te custar. Mesmo que não compre aqui, ainda assim você saberá bem perto quanto custa o que pretende fazer. Coloque as datas e leia tudo com calma. Pense quais opções de passeios você tem em mente. Ingressos caros (tipo Disney), vinícolas, passeios de barco, entradas em monumentos famosos, parques aquáticos em destinos de praia. Não importa, onde quer que você vá, existem inúmeras opções e você poderá se antecipar, comprar com calma, pagar parcelado, em reais e sem IOF.

Procure os passeios imperdíveis, aqueles que são parte do destino. Voar de balão na Capadócia, ir a um parque temático em Cancún, ir a um show em Vegas, um parque em Orlando e assim por diante. Escolha aqueles que combinam com você e compre! Compre sem medo, seus planos já estão feitos! Parcele em 3x e deixe essa parte toda pronta já.

Dica: deixe uns dias livres em sua viagem. Não preencha todos os dias com passeios. Por exemplo, em uma viagem de 12 dias, sugiro 5 passeios, no máximo. Isso inclui parques ou outras atrações que sejam “dia todo”. Assim sobrará tempo para você não morrer de stress com horário marcado e cansaço todos os dias.

Dinheiro de levar

Chegou a hora de pensar em quanto gastará “para viver” enquanto estará fora do Brasil. Sugiro fortemente que você esqueça que tem cartão de crédito e o deixe apenas para verdadeiras emergências ou para coisas que você realmente não esperava encontrar. O trivial, o dia a dia, você pre-ci-sa programar-se! Pense bem, você já terá pago os passeios caros e a hospedagem. O dinheiro de levar será “apenas” para consumo diário: comidas, bebidas, transporte e besteirinhas. Entre em sites de viagem, vasculhe o google atrás de “quanto custa passar um dia em tal lugar” e programe-se. Eu já sei mais ou menos quanto custa uma viagem para cada lugar desse mundo, mas isso é porque eu sou curiosa e não saio dos blogs de viagens e instagrans da vida. Mas se esse não é seu caso, procure saber o custo de vida daquele local, mais uma vez decida se você vai ser o sofisticado dos restaurantes locais ou se vai encarar uns lanches baratex aqui e ali. Com isso em mente, calcule seu custo diário e o multiplique pelos dias de viagem. Pronto! Você já sabe quanto custa em moeda local seus gastos e agora precisa procurar um câmbio vantajoso para encerrar o último gasto expressivo de suas férias.

Dica: para fechar o câmbio, entre no site do Melhor Câmbio e faça sua oferta. Nesse site você preenche seus dados e coloca o quanto da moeda X você pretende comprar e ainda coloca quanto está disposto a pagar. É uma espécie de leilão de quem paga menos. Preencha com menor valor aceito no site e caso haja alguma casa de câmbio disposta a cobrir sua oferta, ela entrará em contato para finalizar a compra diretamente com você. O site funciona como uma “ponte” entre o cliente e a casa de câmbio. Seja responsável e apenas o faça se realmente estiver disposto a comprar a moeda e finalizar a compra. O site é seguro e eu já o utilizei várias vezes.

Maior dica: faça o possível para viajar sem dívidas. Nada é mais gostoso do que chegar as férias e você saber que tudo está pago, planejado e pensado para ser 100% perfeito. Qualquer que seja seu sonho, com planejamento ele é possível! Deixe seu cartão de crédito para um presente especial, para um passeio de última hora ou para uma emergência. Nunca viaje contando com ele, o preço em reais + IOF poderá ser uma dor de cabeça que o fará esquecer o quão especial foi sua viagem.

Seguro Viagem

Esse é um tema longo e cheio de pormenores, mas por hora irei apenas dizer: não viaje para o exterior sem seguro! Você nunca sabe quando vai tropeçar e quebrar um dedinho, ter um dente doendo, uma apendicite ou apenas vai pisar em falso e torcer o tornozelo. Não se trata de pessimismo e sim de precaução. Eu já usei o seguro viagem em 3 viagens internacionais, em cada uma delas uma emergência diferente, posso dizer com propriedade que o seguro salvou minha vida financeira. Você pode não ter ideia do que seja se tratar fora do brasil ou ter uma viagem interrompida por motivo de força maior, mas eu te falo, custa muito dinheiro e custa ainda mais, custa seu sossego e sua estabilidade. Então não dê chances ao imprevisto, faça um bom seguro e observe as coberturas, não o faça apenas por fazer (como no caso da Europa que é obrigatório). Falarei mais sobre esse tema em outros posts.

Dica: Atualmente o seguro que confio e que acredito ser uma boa escolha, com boa cobertura e sem arrancar seus olhos, é o Tokio Marine. Embora eu ainda não o tenha utilizado, já li boas coisas a respeito dele. Não aconselho mais o World Nomads, que foi meu seguro durante muitos anos, mas agora é administrado pela Zurich e infelizmente ficou abrasileirado demais, cheio de burocracia e regras sem noção.

Roteiro de Viagem

E claro, não poderia deixar de mencionar que uns 30 dias antes de sua viagem o Roteiro dela deverá ser pensado. É muito ruim chegar em um destino sem a menor noção do que se faz lá. Mesmo que você não seja daqueles super-maníaco-por-planejar, tenha em mente o que mais gostará de fazer, leia blogs, siga “o destino” no Instagram pra ler mais sobre ele, veja as comidas típicas, os pontos imperdíveis. Leia sobre os costumes da região, os horários de funcionamento das lojas, o clima para quando estiver lá, as roupas adequadas e esteja preparado para a melhor viagem de sua vida!

Eu, Juliana, sou apaixonada por viagens e roteiros. Já fiz vários, para vários lugares do mundo. Entre em contato comigo caso queira saber mais sobre os roteiros feitos exclusivamente para você. Eu trabalho com roteiros pensados especialmente para que o viajante tenha a melhor e mais completa experiência de viagem. Mesmo que seja apenas um bate papo sobre roteiros, ficarei muito feliz em tirar suas dúvidas. Entre em contato e vamos conversar sobre viagens!

E finalmente…

Espero que tenham sido dicas válidas. Um grande sonho meu é ver pessoas interessadas em viagens viajando. Nada me deixa mais frustrada do que potenciais viajantes desperdiçando suas energias ao falar que não conseguem, que não podem, que “não tem jeito”. Eu digo: sim! Vocês conseguem! Contem comigo, o que eu puder fazer para ajudar, estarei aqui.

Abraços e boa viagem a todos!

Não se esqueça de assinar a newsletter da JuTours e receber todos os meus posts no seu e-mail.

 

13 Replies to “Passo a passo para sua primeira viagem internacional”

  1. Ju, parabens pelo post! Eu sempre me surpreendo com o nível de organização das suas viagens e com sua capacidade de concretizar os sonhos, ir pra onde vc quer sem que o dinheiro seja o vilão! E aí está explicado o porquê, há todo um preparatório que, com certeza, faz toda a diferença! Preciso me organizar melhor para chegar a este nível ou talvez só pegar sua assessoria! rsrs
    Continue com o blog porque está sensacional! Bjssss
    PS: arranje já sua 5a viagem e que ela seja a Irlanda! Waiting for you there!

    1. Obrigada amigaaa! A assessoria estará sempre aqui, mas acho você bem espertinha, afinal o Felipe ainda cheira a mamá da mamãe e já conhece 4 países! hehehe
      A Irlanda está na minha mira! Beijos e volte sempre aqui, amo seus comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *