Tudo que você precisa saber sobre a PID: Permissão Internacional para Dirigir

Olá pessoal tudo bem? Hoje estou passando para deixar uma dica rápida e super importante para quem pensa em dirigir fora do Brasil. É comum termos muitas dúvidas e rola também algumas informações desencontradas. Então vamos lá:

O que é a PID?

Já ouviu falar da PID (Permissão Internacional para Dirigir)? Ela é nada mais que a tradução literal da sua CNH para sete idiomas: alemão, árabe, espanhol, francês, inglês, português e russo.

Onde solicito a PID?

Você a solicita no Detran do mesmo estado que sua CHN foi expedida e ela terá a mesma validade de sua CNH. Ou seja, de 5 em 5 anos você precisa renová-la caso queira sempre ter uma PID válida.

Quanto custa a emissão da PID?

É claro que existe uma taxa para a emissão da PID e essa taxa varia demais de estado para estado! Na Bahia ela custa abusivos R$612, em Mato Grosso do Sul R$313 e no Rio Grande do Sul, tem-se a PID mais barata do Brasil, custando apenas R$57,60. Não sei explicar o porquê de uma discrepância tão grande assim, mas é isso aí. Se você for condutor na Bahia, talvez seja mais barato pedir uma renovação de CNH num estado vizinho e depois pagar pela PID naquele estado.

Quais países aceitam a PID?

Muitos países exigem a PID na hora de entregar o carro nas locadoras de veículo. É bom ficar esperto e se atentar a isso na hora de planejar sua viagem. As informações as vezes são meio confusas, por isso não é bom correr o risco. Existe uma lista enorme de países que aceitam a PID mas não necessariamente exijam a PID. Estados Unidos por exemplo está nessa lista que aceita, mas na hora de retirar o carro eles não querem nem saber dela e consideram apenas sua CNH e Passaporte, ignorando-a solenemente. Já na Austrália, eu loquei carro em duas cidades sem PID e quando cheguei a Melbourne fui impedida de pegar o carro porque a lei do estado de Victoria, onde está a cidade de Melbourne, exige sua CHN traduzida. Mesma coisa acontece com a Itália, muita gente loca carro em Roma sem PID mas em Florença é exigido que a tenha para se retirar o carro. Enfim, confiram aqui os países que aceitam a PID e se não quiserem correr o risco, sempre emitam a PID e andem com ela por onde quer que seja. Eu não caio mais nesse erro e agora minha PID vai onde eu for.

Ah, não posso deixar de citar aqui o blog Família na Irlanda, que é da Maria Helena, minha amiga da Austrália – e da vida toda –  que se mudou para Ilha Esmeralda com seu marido, baby, gatos e cia. Ela conta muitas coisas legais do seu dia a dia e falou aqui nesse post como é dirigir na Irlanda. Lá a PID não é exigida, dê um pulinho no blog dela para entender mais sobre direção na Irlanda.

Vale frisar que países do Oriente Médio estão na lista dos que com certeza irão solicitar sua PID em caso de locação de veículos. E ainda, Japão e China nem com a PID, esses países adotam regras diferentes e é necessário testes de práticos e teóricos de direção para poder dirigir por lá.

Atenção: Mesmo com a PID, tenha sempre em mãos a sua CNH também. Uma não vale sem a outra, já que na prática a PID é uma tradução literal da CNH.

E aí, gostou do post? Espero ter ajudado quem está com viagem marcada e carro reservado mundo à fora. Beijos!

 

Não se esqueça de assinar a newsletter da JuTours e receber todos os meus posts no seu e-mail.

11 Replies to “Tudo que você precisa saber sobre a PID: Permissão Internacional para Dirigir”

    1. Oi Má!
      Então, a PID é aceita na Irlanda assim como nossa CNH, na maioria dos casos. Dei uma pesquisada e alguns lugares dizem que é recomendado ter a PID. Acho que isso varia de locadora para locadora, cada um interpreta de um jeito…
      A PID é brasileira e traduzida para vários idiomas baseada na nossa CNH, mas imagino que cada país tenha uma “versão” da PID pra que se traduza pra russo, espanhol, árabe e etc. Mesmo aqueles de língua inglesa… mas não tenho certeza, teria que dar mais uma estudada no assunto. Recentemente um cliente da JuTours teve que apresentar a PID em Florença pra retirada do veículo, coisa que sei que não precisa em Roma. Confuso né, já que na teoria tudo é Itália. Obrigada pela visita! Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *